10 dicas importantes para emagrecer e permanecer magro.

A regra para emagrecer não tem segredo: a pessoa precisa queimar mais calorias do que consome.

Ninguém tem dúvida que muito mais difícil do que emagrecer é permanecer magro, mantendo a perda de peso que conseguiu após algum tempo fazendo regimes, dietas, tratamentos e/ou adotando uma rotina de exercícios físicos.

Não é nada agradável ver todo o seu esforço ir por água abaixo depois de algum tempo do tão almejado emagrecimento.

Emagreci. E agora? É possível permanecer magro?

Se você consegui emagrecer e quer conservar o seu peso ideal, vamos deixar aqui algumas dicas para isso. Mas antes, nunca é demais lembrar que a regra básica para a perda de peso nunca pode ser desconsiderada, caso contrário, nada vai funcionar. E essa regra é: “a pessoa tem que gastar mais energia do que consome”.

Não adianta suar durante uma ou duas horas malhando na academia, se for passar o resto do dia sentado na frente do computador, só levantando para assaltar a geladeira a cada vinte minutos. Assim será difícil qualquer perda de peso, quanto mais permanecer magro.

Não esqueça também que emagrecer rapidamente, sem nenhum esforço, é uma solução que sempre vem acompanhada de uma dieta extremamente restritiva, hipocalórica, e que pode por em risco a sua saúde. Dietas desse tipo só devem ser feitas por indicação médica para casos específicos e com acompanhamento constante de profissionais habilitados.

emagrecer e permanecer magro

Primeira dica: adquira hábitos saudáveis.

Preocupe-se em comer bem e incluir na sua rotina diária alguma atividade física. Quando a pessoa adota um estilo de vida saudável, a tendência é que aos poucos o seu círculo de amizades seja reforçado com pessoas que tenham o mesmo objetivo. Estreitar a convivência com essas pessoas, sejam amigos ou familiares, ajuda a manter o estímulo e o foco no estilo de vida.

Segunda dica: tenha objetivos possíveis.

Para emagrecer e permanecer magro, a perda de peso não pode ser muito rápida sob pena dos riscos serem maiores do que os benefícios para a sua saúde.

Se for praticar uma atividade física como a corrida, por exemplo, você não pode querer começar correndo duas horas no calçadão, pois seu corpo vai sentir o exagero de várias formas, seja apresentando lesões, seja pelas dores no joelho por causa do impacto, mas de alguma forma o organismo “vai reclamar”.

Assim, o ideal é que a mudança de hábitos seja feita de forma gradativa e progressiva, tornando possível alcançar os seus objetivos, sem riscos de fracasso.

Terceira dica: faça um diário das suas atividades.

Fazer anotações diárias tanto referentes à alimentação ingerida como às atividades físicas feitas é uma boa forma de estimular e acompanhar a evolução das mudanças implantadas no seu estilo de vida saudável.

Não anote apenas a quantidade de alimentos que foi ingerida, mas também quando (horários), onde (se em casa, no trabalho ou durante um passeio) e as circunstâncias do momento (se estava sozinho, acompanhado, numa festa ou happy hour).

Tenha uma lista atualizada dos alimentos que você costuma comprar e não vá ao supermercado fazer compras desacompanhado dessas anotações, evitando a tentação de levar para casa e abastecer a despensa com mantimentos que possam tirar o foco do seu objetivo que é emagrecer e permanecer magro.

emagrecer comendo frutas e vegetais

Quarta dica: coma frutas e vegetais todos os dias.

Na hora dos lanches, procure substituir alimentos pouco nutritivos e com muitas calorias por frutas. Nas refeições, inclua sempre verduras e legumes. Comece o almoço ou jantar pelos vegetais, pois além de serem muito nutritivos, muito saudáveis e pouco calóricos, você já estará parcialmente saciado no momento de comer os demais itens postos à mesa, e, consequentemente, comerá menos.

Quinta dica: não descuide dos alimentos ricos em fibras.

Sempre que for fazer compras no supermercado, não se esqueça de colocar no carrinho alimentos como frutas, verduras, grãos integrais, lentilhas, feijões, aveia, arroz integral, soja, etc., pois são excelentes fontes de fibras alimentares, que irão proporcionar a sensação de saciedade, com menos calorias.

É bom lembrar que as fibras precisam de muito líquido para funcionar como esperado e desejado. Esse é um dos grandes segredos para emagrecer e permanecer magro.

Como assim? É simples. Quando a pessoa consome fibras com bastante líquido, é formado uma espécie de gel no intestino. Esse gel é que vai causar a mencionada sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa coma bem menos do que normalmente o faria.

Sexta dica: evite ao máximo comer na rua.

Por melhor que seja o restaurante, por mais espetacular que seja a lanchonete, nenhum desses lugares vai conseguir fazer uma refeição ou um lanche de forma individualizada tão saudável quanto você é capaz de fazer na sua casa, podendo fazer a escolha de itens pouco calóricos e menos gordurosos, bem como fazer a substituição de alguns ingredientes por outros que mais lhe agradem.

Tudo isso, sem contar que fazer as refeições em casa, vai permitir algumas horas agradáveis com a família. Esse é um hábito que, além de grande ajuda para quem quer permanecer magro, é também uma excelente maneira de economizar o seu rico dinheirinho.

Sétima dica: permanecer magro com lanches nutritivos.

Lanches nutritivos são aqueles que mesmo tendo poucas gorduras e calorias, são capazes de deixar a pessoa satisfeita.

Frutas e iogurte são bons exemplos de alimentos saudáveis, nutritivos e fáceis de carregar, seja para lanchar no trabalho ou na escola. Se quiser manter a perda de peso, na hora do lanche você precisa fugir da tentação das batatinhas, salgadinhos e doces.

aprenda comer devagar para permanecer magro

Oitava dica: aprenda a comer devagar.

Não existe um tempo ideal para a duração de uma refeição, mas as estimativas são de que o estômago demore de quinze a vinte minutos para enviar estímulos ao cérebro, avisando que o organismo já está saciado.

Com base nisso, se o período da refeição for de vinte a trinta minutos, parece ser um tempo razoável para a pessoa comer bem, sem exageros.

Uma boa dica para começar a ter o hábito de comer devagar é se concentrar na refeição que está fazendo e mastigar bem cada garfada, evitando “engolir a comida” rapidamente.

Nona dica: saia da mesa logo após o término das refeições.

É comum as pessoas permanecerem bastante tempo na mesa após as refeições, proseando e botando a conversa em dia, principalmente quando o almoço ou jantar é na companhia da família ou amigos.

Fuja dessa roubada. Quando as pessoas continuam na mesa, é comum depois de algum tempo começarem a “beliscar” novamente. O problema é que essa beliscada tem sempre uma desculpa. Vamos conferir algumas:

  • “Vou comer só mais um pedacinho dessa carne, pois hoje capricharam no tempero”;
  • “Vou comer mais um pouquinho dessa macarronada, pois a patroa preparou especialmente para a gente e não podemos fazer essa desfeita”. Inclusive, essa é a desculpa preferida dos maridos, pois além de fazerem um agrado para a esposa, ainda saem do regime sem o desconfortável sentimento de culpa.

E as desculpas não param por aí, só que ao final, a pessoa já comeu muito além do que deveria. Ou seja, não dá para emagrecer e permanecer magro se mantiver o hábito de ficar fazendo hora na mesa após as refeições.

Leia também:

Décima dica: para emagrecer e permanecer magro seja persistente.

As mudanças de hábitos como sugeridas nas dicas deste artigo não são difíceis de incorporar na sua rotina diária, contudo, é preciso um pouco de determinação, persistência e paciência.

Mas, se falhar ou for vencido pelo desânimo uma ou duas vezes, nunca pense em desistir. Tente compensar da melhor forma possível os erros que forem cometidos e procure ao máximo não cometê-los novamente.

Se você abusou de alimentos gordurosos no almoço, compense dando prioridade a legumes e verduras no jantar.

O mesmo se aplica com relação às atividades físicas. Se hoje a preguiça foi mais forte do que a sua determinação e você não conseguiu acordar cedo para fazer aquela prometida caminhada de uma hora durante cinco dias da semana, não deixe por menos e vá caminhar à noite.

LEMBRETE FINAL: Não se esqueça que antes de incluir qualquer modalidade de atividade física à sua rotina, são recomendadas avaliações médica e física, afastando riscos desnecessários à sua saúde.

Você pode gostar...