Exercícios físicos na gravidez são recomendados ou não?

Exercícios físicos na gravidez.

A prática de atividades físicas é importante para a saúde durante a vida toda, mas eles influenciam positivamente principalmente no período da gestação, ou seja, exercícios físicos na gravidez são recomendados pelos médicos. É nesta época que as mulheres necessitam da manutenção de hábitos saudáveis, garantindo um bom parto e uma gravidez sem muitos incômodos propícios da época.

A realização de exercícios físicos durante a gestação, além de recomendada, é incentivada por especialistas, contudo, necessitam de alguns cuidados, como: verificar as condições físicas da pessoa para atestar a aptidão para o tipo de exercício escolhido e checar as condições de saúde, principalmente a do coração.

Todas as academias aptas a darem aulas de atividades físicas para grávidas devem solicitar atestado médico de aptidão física, que é dado pelo profissional mediante os exames, como: teste ergométrico e eletrocardiogramas, entre outros, dependendo do período de gestação. Porém, se a pessoa apresentar qualquer alteração nos exames, as atividades físicas devem ser suspensas até o diagnóstico do médico.

exercícios físicos na gravidez são recomendados ou não

Exercícios físicos na gravidez: Pilates e Hidroginástica são atividades com pouco impacto.

Benefícios dos exercícios físicos.

Além da sensação de bem estar promovida pela prática de exercícios físicos na gravidez, as atividades realizadas também são muito eficazes para evitar o ganho excessivo de peso, diminuir os riscos de depressão pós-parto e melhorar o sistema linfático, prevenindo a retenção de líquidos e o inchaço.

Se a futura mamãe praticava, por exemplo, pilates solo ou com aparelhos e yoga, ela pode continuar sem problemas, desde que orientada por um profissional que saiba os limites impostos pela gravidez, ou seja, um especialista da modalidade para grávidas.

Os tipos de exercícios físicos na gravidez mais recomendados são aqueles com pouco impacto, como a hidroginástica. Porém, a frequência das atividades varia conforme o trimestre da gestação, associadas aos sintomas comumente apresentados no período.

No primeiro trimestre, normalmente as gestantes sentem muitas náuseas e desconfortos, o que pode deixá-las indispostas para a prática de exercícios diários. Por isso, médicos recomendam a prática de exercícios apenas duas vezes na semana.

No segundo trimestre, geralmente a mulher fica mais disposta, pois os sintomas diminuem e algumas grávidas chegam a praticar exercícios diariamente.

No terceiro trimestre, o recomendado é diminuir o ritmo das atividades, pois o cansaço aumenta, tornando a grávida menos disposta, além da presença de inchaço em alguns casos. Assim, a prática de exercícios físicos na gravidez pode ser feita duas vezes na semana sem problemas.

Considere ler também:

Cuidados necessários.

Antes do início de qualquer atividade física, é muito importante a avaliação médica, pois, mesmo sendo recomendada a prática de exercícios, devem-se checar as condições da futura mamãe para que não haja riscos para o bebê. No caso de um diagnóstico de ameaça de aborto no início da gravidez, por exemplo, a prática de exercícios físicos só pode ser liberada por um médico.

Se houver sangramentos, hipertensão ou o diagnóstico de alguma outra doença, o acompanhamento médico para a verificação, e liberação das práticas de esportes e exercícios físicos na gravidez é imprescindível.

Alguns tipos de exercícios são contraindicados para grávidas, como, por exemplo: vôlei, corridas de longas distâncias, entre outras. Isso ocorre pelo alto impacto exercido pela prática dessas atividades, podendo ocasionar algum dano, segundo especialistas.

Você pode gostar...