Tratamento para estrias vermelhas e brancas.

O surgimento das estrias.

As estrias surgem devido ao rompimento de fibras elásticas da derme, motivadas por um estiramento que pode ter causa diversas, como gravidez, uso de corticoides por um período prolongado ou crescimento muito rápido.

O aparecimento das estrias assusta as mulheres quase da mesma forma que as temidas celulites, uma vez que a beleza da pele fica comprometida, já que podem deixar marcas que vão incomodar muito a vaidade feminina.

Mas, existe tratamento para estrias?

Sim, o tratamento pode ser feito de forma caseira ou por profissionais especializados. Isso dependerá da cor que as estrias apresentam e da espessura. Quando são recentes ou vermelhas, o tratamento para estrias caseiro pode ser eficaz o suficiente para acabar com elas de vez.

Contudo, quando as estrias são mais antigas ou brancas, apresentam uma espessura mais grossa, portanto, melhores resultados serão obtidos se o tratamento foi feito por profissionais ou clínicas especializadas.

tratamento para estrias brancas e vermelhas

Tratamento para estrias vermelhas.

Esfoliar a pele.

Uma receita caseira para fazer a esfoliação da pele é juntar uma colher de açúcar com um pouco de óleo de amêndoas doces. Esfregar bem essa mistura nas estrias vermelhas diariamente.

A esfoliação nada mais é do que uma forma de eliminar as células mortas e a camada superficial da pele, forçando o organismo a criar uma nova camada. Esse tratamento para estrias caseiro costuma apresentar bons resultados.

Creme para estrias.

Outro tratamento para estrias vermelhas que apresenta bons resultados é o uso de creme para estrias para deixar a pele bem hidratada. Os cremes mais recomendados são aqueles que contêm vitaminas A, C, D e E. A presença das vitaminas no creme que vai hidratar a pele ajuda na eliminação das estrias, uma vez que atuam na regeneração do tecido e renovação da pele.

Tratamento para estrias brancas.

Antes de tudo é preciso esclarecer que as estrias brancas, por serem mais antigas e mais espessas, são praticamente impossíveis de desaparecer completamente, contudo, bons tratamentos reduzem sensivelmente o tamanho das estrias, tornando-as menos visíveis.

Vamos conhecer os tratamentos especializados para estrias mais conhecidos atualmente:

Galvanoterapia.

A galvanoterapia ou eletrolifting é um tratamento para estrias realizado com a utilização de um aparelho de corrente continua (galvânica) denominado Striat. Esse aparelho está equipado com uma espécie de caneta com uma pequena agulha na ponta e que provoca uma inflamação no local, estimulando o organismo a produzir colágeno e elastina.

DermaRoller ou microagulhamento.

Nesse caso, o tratamento para estrias é feito com um cilindro equipado com pequenas agulhas e que pode ser adquirido tanto pela internet, como em lojas de produtos estéticos. Ao deslizar o instrumento pelo corpo, as agulhas provocam micro lesões na pele, estimulando que fibras de colágeno e elastina e provocando a reprodução das células da pele, fazendo as estrias sumirem.

Considere ler também:

Laser.

A utilização do laser no tratamento para estrias tem a finalidade de estimular a formação de novas fibras de colágeno e elastina, provocando a redução do tamanho e melhorando o aspecto das estrias.

Peeling de ácido retinóico.

A aplicação do ácido retinóico deve ser feita diretamente nas estrias. Com isso, ocorre a remoção das células que já estão mortas e estimula o organismo a produzir mais colágeno, dando um melhor aspecto às estrias.

Carboxiterapia.

Esse tratamento consiste na aplicação subcutânea de dióxido e carbono (CO2), o que causa melhorias na circulação e oxigenação dos tecidos, ajudando na eliminação das estrias.

Além da finalidade de eliminar as estrias, essa terapia também é indicada para combater a celulite, flacidez e gordura localizada.

Dermoabrasão.

Trata-se de uma espécie de esfoliação feita por meio mecânico, para a retirada das camadas mais superficiais da pele, deixando a pele mais uniforme, melhorando o aspecto das estrias.

A dermoabrasão é considerada quase uma mini cirurgia, portanto, deve ser feita com os cuidados necessários e sempre por um profissional especializado como dermatologista ou mesmo cirurgião plástico.

Intradermoterapia.

A intradermoterapia é um tratamento para estrias muito procurado atualmente. O procedimento é realizado com a combinação de substâncias químicas aplicadas através de injeções no local onde estão localizadas as estrias, o que proporciona uma melhor irrigação onde as substâncias foram aplicadas, promove a formação de colágeno, com a consequente melhoria do aspecto das estrias.

O processo inflamatório provocado pela corrente promove a regeneração do tecido com a estimulação da produção de colágeno, diminuindo a espessura das estrias, tornando-as quase imperceptíveis.

E você, cara visitante, já fez algum tratamento para estrias vermelhas ou brancas, com bons resultados? Se for o caso, divida sua experiência conosco através dos comentários.

Você pode gostar...